Geografia ao alcance de todos

Este é um blog exclusivamente para fins educacionais. Será um meio para facilitar o processo de aprendizagem em Geografia. Um grande abraço a todos! Professor Guilherme.

31/3/09

8ª série - Texto Complemetar - Migrações Internacionais

 

Leia com atenção o texto abaixo e grife as informações que forem mais importantes para se fazer um roteiro de estudos e anote as principais dúvidas. Tenho certeza que você terá melhores interpretações a respeito do conteúdo.                                                                   
Fluxos populacionais no mundo Globalizado
 
Imigração internacional é o movimento de entrada de indivíduos de forma, permanente ou temporária, e com a intenção de trabalho, residência, de pessoas de um país para outro. No caso do emigrante internacional é aquele indivíduo que sai de um país também de forma temporária ou permanente para buscar trabalho e/ou residência em outra nacionalidade diferente da que ele nasceu. Portanto o mesmo indivíduo, pode ser imigrante ou emigrante dependendo do ponto de vista. Por exemplo: Se você nasceu no Brasil e vai estudar na Europa, você é um imigrante para os europeus, mas é um emigrante para nós brasileiros.
 
Os fluxos populacionais está diretamente relacionada tanto aos fatores de atração, presentes em muitos casos nos países desenvolvidos e nos fatores de repulsão que de maneira geral estão ligados aos países subdesenvolvidos.
 
Qualquer que seja o fluxo migratório no mundo globalizado, estas migrações podem provocar várias transformações na paisagem natural e também no espaço geográfico tanto nos locais de origem, tanto nos locais de destino.
 
Normalmente o fluxo de trabalhadores tenta se instalar próximo aos seus compatriotas, devido a facilidade com o idioma, a cultura, culinária e costumes, tentando assim não perder sua identidade. Desta forma algumas paisagens urbanas são modificadas, sendo caracterizadas por modificações na estrutura arquitetônica (fachadas de edifícios, ou no próprio vestuário). Um exemplo desta modificação é o bairro da Liberdade, em Sao Paulo, onde os imigrantes japoneses, modificaram a arquitetura a culinária e os costumes daquele local. Outras formas de modificações são os refugiados (guerras, ambientais, pobreza, miséria, etc) que ao deixarem suas casas, abandonando as cidades, provocam verdadeiros “desertos” no espaço geográfico. Estas saídas de indivíduos podem estar relacionadas a causas naturais (terremotos, furacões, secas prolongadas) ou acidentes humanos (vazamentos de gases, acidentes nucleares, radiotividade ou lixos tóxicos). Uma outra forma de se modificar a paisagem é através dos fluxos turísticos, relacionados as transformações de infra-estrutura necessárias ao dedesenvolvimento do próprio turismo.
Os fluxos de refugiados
 
Além dos variados tipos de imigração que citamos acima, os fluxos populacionais de refugiados são de extrema relevância no mundo globalizado. Não podemos esquecer que este tipo de migração já ocorreu em vários períodos da nossa história, como por exemplo, os Judeus quando perseguidos durante o período da segunda guerra mundial.
 
O aumento dos conflitos no mundo e as violações de direitos humanos, principalmente nos países subdesenvolvidos continuam fazendo com que “populações inteiras tenham que deixar a terra de origem para escapar de contínuas atrocidades. Com maior freqüência podemos citar os casos de miséria e a carência de perspectivas de desenvolvimento que fazem com que indivíduos e famílias deixem seus países, a fim de procurarem modo de sobrevivência em terras distantes, onde não é fácil encontrar boas condições de sobrevivência.
 
Um refugiado(a) é toda a pessoa que por causa de fundados temores de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política, encontra-se fora de seu país de origem e que, por causa dos ditos temores, não podem ou não querem regressar ao seu país no qual nasceu, ou seja, ele se vê obrigado a sair de seu país de origem onde é perseguido e se instala em outra nação. A forma de entrada destes indivíduos em outros países, são as mais variadas possíveis. Vêm pela própria via ou com seu prório dinheiro, barco, avião ou via terrestre.
 
Um pequeno número de refugiados também chega em função do programa de reassentamento, que oferece uma solução para aqueles refugiados que continuaram a ter problemas de segurança no primeiro país ao qual chegam, ou que enfrentam insuperáveis impedimentos para a integração na nova sociedade. Por exemplo, a impossibilidade de obter documentação que lhes permita trabalhar, ou a impossibilidade de obter acesso à educação para os filhos menores. Esse caso está previsto na Convenção de 1951, o qual todo cidadão de um país que sente-se ameaçado e perseguido, porém enquadre-se na condição acima, pode solicitar asilo.
 
O caso da Xenofobia
 
Xenofobia é usado em um sentido amplo, referindo-se a qualquer forma de preconceito, racial, grupal (de grupos minoritários) ou cultural. Apesar de amplamente aceito, este significado gera confusões, associando xenofobia a preconceitos, levando a crer que qualquer preconceito é uma fobia. Xenofobia é comumente associado a aversão a outras raças e culturas. É também associado à fobia em relação a pessoas ou grupos diferentes, com os quais o indivíduo que apresenta a fobia habitualmente não entra em contato e evita.
 
Por esta razão Xenofobia tende normalmente ser visto como a causa de preconceitos. Xenofobia pode realmente causar aversões que levam a preconceitos raciais ou de grupos. Contudo nem todo preconceito provém de fobia. Preconceito pode provir de outras causas. Estereótipos pejorativos de grupos minoritários, por exemplo, podem levar um indivíduo a ter uma idéia errada de outro grupo podendo ultimamente levá-lo ao ódio. (Não por medo, mas por desinformação. Exemplos: de que asiático é sujo, que mulçumano é violento, que negro é menos inteligente, etc...). Outra causa pode provir de ideais e conceitos preconceituosos, em que a causa não é fobia, mas conflitos de crenças. Esta causa é similar a anterior, porém é gerada por conflito de conceitos, não desinformação. Por exemplo, um grupo machista odiando homossexuais (por contrastar com sua forma de vida), religião pregando contra outras religiões (por conflito de conceitos), ideais políticos como o arianismo nazista etc...
 
Portanto, podemos descrever de maneira suscinta e objetiva que Xenofobia é um sentimento de repulsa de uma população ou indivíduos em relação a estrangeiros. Este sentimento é muito comum em várias localidades do mundo, principalmente nos países desenvolvidos, mais precisamente em algumas localidades dos Estados Unidos e em aluguns países Europeus de forma mais aguda como na França, Itália, Espanha e Grãn Bretanha.
Durante a década de 90 do século passado, países como a França, a Irlanda, a Itália, e a Espanha possuíam uma taxa de desemprego em torno de 11%, um percentual altíssimo para os padrões europeus. Desta forma, em vários países do continente europeu, aumentou as reações contrárias ao processo de imigração, pois a falta de empregos estava sendo atribuída ao grande número de estrangeiros que trabalhavam na Europa. Desde então, começou a intensificar os movimentos xenófobos que apoiavam as doutrinas racistas, no qual repudiava de maneira explícita e violenta a presença de imigrantes e exigiam dos seus próprios governos, que estes estrangeiros teriam que ser repatriados, ou seja, obrigar os imigrantes a retornarem à sua pátria.
criado por gsousaf    21:46 — Filed under: Sem categoria

8 Comments »

  1. Parabens Guilherme o blog ta muito bom...xD

    Comment by Jefferson — 1 de April de 2009 @ 16:53

  2. fessooor! ameei o blog vai me ajudar bastante pra prova :DD

    Comment by marianinha — 1 de April de 2009 @ 19:53

  3. Fessor Gulherme, parabéns pelo seu blog!!Dessa maneira ficou bem mais facil de estudar!!!

    Comment by Luh M adeira — 1 de April de 2009 @ 21:21

  4. Valeu !!!

    Comment by Izabela — 2 de April de 2009 @ 8:49

  5. fessor vlw ai ta muito bom olha c vc consegue colocar o horario da prova abraço

    Comment by bruno — 2 de April de 2009 @ 10:21

  6. Obrigada pela ajuda, Acredito q vou tirar um 10 no meu trabalho de Geografia...

    Comment by Leeka — 27 de April de 2009 @ 11:38

  7. Cara professor brigadãao, eu tenho prova amanhã, e estava morrendo de preguiça de fazer questionário,. ate porque eu não SUPORTO geografia, desculpe a sinceridade, mais é muito chato estudar isso, mais o seu blog me ajudou mesmo espero que possa continuar ajudando. obragdo; beeijos.

    Comment by Yasmin Souza — 29 de April de 2009 @ 18:39

  8. Parabéns amei o seu blog ficou muito bom e muito fácil o entendimento da matéria exposta! Ja vi que vou tirar a nota máximo do meu trabalho! obrigada.... júh!!

    Comment by Juliana C. da S. Peixoto — 24 de June de 2009 @ 19:46

Leave a comment

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://professorguilherme.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.